Técnica para aumentar o seu CARISMA | Neuro Persuasão por André Buric

Técnica para aumentar o seu CARISMA | Neuro Persuasão por André Buric
5 (100%) 308 votos

Normalmente as pessoas que mais tem carisma são as que mais conseguem atingir resultados. Mas, primeiramente, o que é o carisma? O carisma é aquela característica que faz com que as pessoas admirem a gente. Portanto ter CARISMA é um fator fundamental para a persuasão acontecer.

Existem elementos que prejudicam muito o nosso carisma e nos fazem levantar uma “barreira” na comunicação com os outros, um deles é o sentimento de rancor. Quando guardamos rancor de alguém, em todo contato com aquela pessoa assumiremos uma postura defensiva e toda a comunicação fica prejudicada. É como se levantássemos verdadeiramente uma barreira. O mesmo acontece quando criamos uma imagem negativa em relação à alguém mesmo antes de conhecer essa pessoa, uma barreira é erguida e a comunicação perde muito.

Por isso, para aumentar o CARISMA, devemos superar sentimentos como o rancor. Sempre iniciarmos um processo de comunicação com um estado de espírito positivo, sem criar pré-concepções em relação ao outro.

Veja mais detalhes em:

Curso Neuro Persuasão Avançada
Curso Neuro Persuasão Avançada (André Buric) → Análise Completa + Bônus
7 Motivos para Identificar se o Curso Neuro Persuasão é Para Você
André Buric ⇝ Quem É? (Curso Neuro Persuasão Avançada)

Se inscreva em nossos eventos:

Workshop da Neuro Persuasão e Influência Cerebral – Neuropersuasao.com.br
Semana da Reprogramação Cerebral – Reprogrameseucerebro.com.br
BrainPower | A Sua Academia Cerebral

QUER LER A TRANSCRIÇÃO DO VÍDEO?

Com toda certeza você já percebeu que as pessoas que mais tem carisma, são as pessoas que mais conseguem atingir seus resultados. Então esse é um vídeo diferente, eu vou entrevistar quem mais pode ensinar a gente a respeito de carisma.

Opa! O André do BrainPower – A Academia Cerebral e criador do método neuro persuasão e hoje de fato é um vídeo diferente, quero fazer uma entrevista muito especial com exatamente quem mais pode ensinar a gente a respeito de carisma. Com toda certeza você já deve ter percebido que as pessoas mais carismáticas, elas conseguem quebrar o gelo, elas conseguem entrar em uma reunião e mudar o rumo da reunião, elas conseguem quebrar às vezes uma barreira de uma pessoa que não está muito receptiva, elas conseguem mesmo para as pessoas mais receptivas, fazer a situação ficar ainda mais agradável.

Então é isso que a gente vai discutir agora, eu vou sumir da tela e vou aparecer com o entrevistado. Fala pessoal! Estou de volta agora com o nosso entrevistado de hoje, ele é o Baco. Baco é o meu cachorro para quem não conhece, o ‘Baco’ para quem não sabe é o deus do vinho e eu gosto bastante de vinho, vinho inclusive é um dos assuntos relacionados a uma das empresas que eu tenho, e eu trouxe ele para fazer entrevista com a gente. Você deve estar falando ‘nossa, mas agora o André ficou maluco de vez’, e vocês vão ver que não. Ele não está muito confortável aqui com a entrevista, ‘ele quer virar até a cara’, vira de novo Baco, você é o entrevistado, você não pode virar a cara, você tem que olhar para lá… isso me abraça aqui.

Porque eu quero trazer um cachorro, o meu cachorro, para falar sobre carisma? O que acontece? A gente guarda rancor e isso é a pior coisa que tem quando a gente quer persuadir, influenciar, convencer alguma pessoa. Quando a gente vai para uma reunião, se a gente teve uma reunião anterior que não foi tão positivo com aquela pessoa, o que vai acontecer é que a gente vai chegar naquela reunião de um jeito não tão positivo e esse é um dos elementos do carisma e é um elemento que eu queria destrinchar um pouquinho mais com vocês. O que um cachorro faz? É, o cachorro quando você chega em casa ele está lá com o rabinho abanando, quando você vai para um canto da casa ele está lá olhando para aquele canto da casa, quando você vai para o outro ele continua olhando, ele realmente tem amor. E você briga com ele, dá cinco minutos, nem isso, dá um minuto ele já está de novo olhando para você e querendo o carinho, querendo estar próximo, ou seja, ele realmente não guarda rancor e o fato dele não guardar rancor faz com que realmente toda a relação fique muito mais amorosa, fique muito mais quente, porque tudo o que passou, passou, não adianta mais ficar remoendo as coisas do passado e isso é muito importante na persuasão. A gente não faz isso, a gente se teve alguma interação não tão positiva com alguém e pior ainda, às vezes alguém disse para gente que ‘aquela pessoa que você vai encontrar é casca grossa, não vai ser legal a reunião, se prepara viu’, aí o que acontece? A gente já chega em um estado negativo, algo que eles (cachorros) nunca fazem, eles estão sempre com essa carinha aqui ó, carinha positiva, deixa eu chegar mais perto para você conhecer realmente o Baco. Da um oi aí Baco, ele não está muito sabendo o que está acontecendo aqui, mas ele é muito carinhoso, está sempre com essa carinha, sempre quer carinho, sempre quer estar próximo, sempre amoroso e é exatamente isso que eu quero sugerir, quero sugerir que você seja amoroso, sempre carinhoso com as pessoas? Não, qual a sugestão que eu quero te dar? Eu vou tirar ele um pouquinho agora do ar, vou colocar aqui embaixo porque ele é pesado né e cansa o braço, e eu não consigo gesticular e ele é quente também, está me dando calor, então vou abaixar aqui, deixar aqui embaixo. Obrigado Baco pela participação, de repente a gente volta no final para dar um tchau para o pessoal.

Então gente é o seguinte, quando você entra em uma reunião com esse estado de espírito, com esse rancor guardado dentro de você, a pessoa percebe, inclusive dizem que os cachorros sentem quando você tem medo e aí que eles atacam, não é que eu sou especialista em cachorro, eu não gosto de dizer a respeito das coisas que eu não sou especialista. Então isso é uma hipótese, talvez seja uma verdade, talvez não, mas as pessoas sabem quando você não está aberto, as pessoas sabem quando você chega sem estar realmente querendo conversar com ela ali, então você fica meio que em um estado diferente, meio que a sua barreira está levantada e isso levanta a barreira da outra pessoa também. Então a sugestão que eu te dou é que por mais que você tenha participado de uma reunião anterior não tão positiva com aquela pessoa, ou por mais que alguém tenha te dito “olha, talvez você não tenha uma experiência legal, talvez você vai perceber que aquela pessoa, ela é dura, não é positiva, ela é muito negativa, não vai ser boa a reunião” você vai tender a chegar na reunião de um jeito não positivo e eu estou dizendo reunião, mas não necessariamente reunião, às vezes um encontro, às vezes uma conversa, às vezes uma simples troca de olhar, você já olha para a pessoa e ela olha para você de novo e aí você desvia o olhar. O fato de você desviar o olhar significa, ‘olha, eu não quero nem conversar com você’, ou seja, o seu carisma para aquela pessoa foi para o chão e automaticamente ela percebe que não é uma troca saudável, que não é uma troca positiva.

Algo muito diferente acontece inclusive com os cachorros com a gente, ele está sempre olhando para a gente, sempre atento na gente, ou seja, ele está presente para a pessoa e essa é a sugestão que eu queria te dar, quando você for para uma reunião, por mais que alguém tenha dito alguma coisa referente àquela pessoa, por mais que você já tenha percebido, chegue presente para a pessoa e automaticamente a pessoa vai realmente se abrir muito mais e talvez tudo aquilo que você tenha de percepção daquela pessoa, tenha decorrido do fato de você nunca ter estado ali presente de fato pra ela, o que acontece? Ela se fecha porque você se fechou, talvez o fato de você ter se fechado, fez com que se fechasse, talvez ela não seja tão carrasco assim, talvez o fato de você ser uma pessoa aberta, ser uma pessoa que está ali interessada verdadeiramente, honestamente interessada naquela pessoa, faz com que você realmente abra as barreiras e as reuniões tendem sim a ser muito mais positivas, e eu estou falando de uma transformação que não é pequena, se você colocar em prática isto hoje ou amanhã, você vai perceber a qualidade das reuniões, das interações que você tem, ela realmente vai mudar drasticamente, drasticamente de fato, porque as pessoas percebem, e elas se fecham e acabou, a partir do momento que tem duas pessoas conversando, as duas fechadas, uma vai falar sobre um assunto e a outra vai ouvir o assunto que ela quer, ela vai falar deste assunto e a outra vai ouvir o assunto que ela quer.

Então não existe troca de conteúdo, cada um fala do que quer proteger contra argumentando, ou seja, na argumentação positiva, o que acontece? Você tem um argumento, a pessoa reflete falando, ‘de repente é verdade, deixa eu prestar atenção’. Na argumentação negativa, nesse sentido que eu pessoa realmente já se protegeu, se fechou, essa troca nunca vai acontecer. Se você está negociando, provavelmente essa negociação vai ser péssima, se você está apresentando uma coisa, provavelmente a sua apresentação não vai ter o resultado que você esperava, se você está conversando com seu chefe, pedindo aumento em uma entrevista de emprego, aonde quer que seja, no cinema com a sua namorada, com o seu namorado, seu marido, a esposa, não importa, automaticamente a relação tende a não ser positiva naquele momento.

Então gostaria de pedir que você fizesse exatamente como um cachorro, lembra dessa metáfora, o cachorro não guarda rancor e ele por não guardar rancor, ele simplesmente ganha o amor de todo mundo e ganhar o amor baixa a resistência, e baixar a resistência permite que qualquer mensagem seja inserida, então essa é a mensagem que eu queria deixar aqui com você, eu quero que ele se despeça também, ele vai voltar aqui para dar um tchau para vocês e eu quero deixar um recadinho final, mas se você gostou dessa mensagem, se você realmente vai refletir e vai trazer para a prática, realmente trazer isso para a realidade no seu dia a dia, deixe aqui embaixo um comentário dizendo como você vai fazer isso, como é que você vai aprender com os cachorros que eles realmente têm muito a ensinar para gente e se você gostou, em algum lugar aqui nesse vídeo tem um botão para você assinar, talvez você saiba, talvez não, eu estou em um desafio de dias, significa que por 365 dias, se você entrar aqui no canal do BrainPower, automaticamente vai ter um vídeo amanhã, e depois de amanhã? Também vai ter outro vídeo, então você realmente vai ter bastante conteúdo, bastante informação para você aprender cada vez mais sobre o seu cérebro, e se você gostou então deixe um like, deixe um comentário aqui embaixo e não deixa de fazer parte do canal do BrainPower e eu me despeço agora, deixa o recado final com você, então a gente se vê amanhã no próximo vídeo!